NOTÍCIAS & EVENTOS

3 de setembro de 2021 / Por / One Comment

Sprinklers em shoppings centers: tudo o que você precisa saber para evitar incêndios

Os sprinklers em shoppings centers são indispensáveis para garantirem a segurança desses ambientes. Neste artigo, falaremos um pouco sobre esse assunto. Leia!

sprinklers em shoppings centers / incêndios

Para garantir a segurança das edificações, é indispensável a elaboração de um Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndios em todas elas. Nele, haverão instruções e especificações sobre instalação e uso de alguns dispositivos, como é o caso dos chuveiros automáticos. Alguns espaços de passeio e encontro, com muita circulação de pessoas e com a concentração de materiais combustíveis, merecem um cuidado especial. Por isso, é muito importante a instalação de sprinklers em shoppings centers.

Então, no artigo de hoje, compartilharemos informações importantes sobre o uso desses dispositivos nesses ambientes fechados. Assim, falaremos sobre a sua importância, bem como algumas práticas que devem ser executadas para evitar incêndios em shoppings centers. Continue a leitura e saiba mais!

A importância de ter sprinklers em shoppings center

Assim como em outras edificações, os sprinklers em shoppings centers são excelentes dispositivos para garantirem a segurança. Isso porque atuam com eficiência em caso de acidentes com fogo.

De acordo com as estatísticas do Instituto Sprinkler Brasil, em 2020, foram contabilizadas ━ e noticiadas pela imprensa ━ 1.244 ocorrências de incêndios estruturais de janeiro a dezembro. Desses, a categoria que mais teve acidentes foi a de estabelecimentos comerciais, que incluem os shoppings centers. Foram 255 registros em todo o Brasil, ou seja, 20,5% do total. Se comparado a 2019, o índice cresceu 19%.

Esses números demonstram a importância de se contar com chuveiros automáticos. Assim como de manter uma rotina de vistoria e manutenção, conforme a instrução do fabricante, para se ter a certeza de que eles estão funcionando corretamente. Além disso, esse local é caracterizado por terem diversos ambientes diferentes em sua estrutura, que merecem atenção.

Praça de alimentação

Por possuírem diversas cozinhas, partículas de gordura e resíduos condensados de óleos inflamáveis são conduzidos pelo sistema de exaustão, onde pode haver acúmulo desses detritos.

Assim, pode ser formada uma camada residual espessa e com um grande potencial para propagar chamas. Também, há os equipamentos de cocção que geram calor e, por trabalharem diretamente com fogo, aumentam os riscos de acidente.

Palestra: A qualidade oculta do Sprinkler certificado

Lojas

Um dos locais mais propensos a incêndios em um shopping center são as lojas. Isso porque muitos lojistas, ao perceberem que terão um custo alto para a instalação de chuveiros automáticos específicos, tentam baratear como podem. Dessa forma, acabam negligenciando os investimentos em segurança, comprando tampões ━  aqueles que não estão de acordo com os requisitos exigidos pelas normas ━  no lugar de sprinklers e contratando profissionais sem qualificação para realizar a instalação.

Ainda, nesses ambientes, há muitos fatores que contribuem para a propagação das chamas em caso de acidente com fogo. Os forros das lojas, os materiais de venda, como roupas e sapatos, são alguns exemplos.

Estacionamento

Esses locais também merecem atenção, especialmente porque possuem líquidos inflamáveis, como gasolina, álcool e diesel no interior dos veículos estacionados. Aqui no nosso site, temos um artigo explicando mais sobre a instalação de chuveiros automáticos nessas áreas.

Confira alguns erros no uso de sprinklers em shoppings centers

Até aqui, você viu a importância do uso de sprinklers em shoppings centers, assim como o perigo encontrado em alguns ambientes. Agora, chegou o momento de compartilharmos algumas ações consideradas erradas quanto ao uso dos chuveiros automáticos. Confira, na sequência!

1. Não cumprimento das normas

Todo shopping possui um caderno de especificações de segurança. É fundamental que, nesse importante documento, não existam erros quanto às recomendações para a instalação de chuveiros automáticos. Também, que seus itens estejam atualizados e de acordo com as Normas Técnicas em vigor, tanto nacionais quanto internacionais, quando necessário. Além disso, é indispensável que sigam a legislação das autoridades locais.

A norma brasileira a ser seguida para a instalação de sprinklers em shoppings centers é a ABNT NBR 10897:2020. Essa, inclusive, classifica esses ambientes como risco ordinário, fazendo parte do grupo de risco I da diretriz.

Além disso, cada estado deve seguir as recomendações do Corpo de Bombeiros do seu distrito. Isso porque cada unidade da federação possui suas normas. Tanto que, se compararmos as de São Paulo e do Rio de Janeiro, no primeiro estado não são exigidos sprinklers em shoppings centers com área menor ou igual a 750 m² e altura inferior a 12 m. Já no segundo estado, somente são obrigatórios os chuveiros automáticos nas edificações com altura maior que os 12 m e em terreno sem acesso de autoescada.

2. Válvulas nos pontos de entrada

Às vezes, esse tipo de válvula é instalada de forma errada no ponto de entrada da loja. Muitos dos manuais citados no tópico acima, solicitam válvulas borboletas sem volante ou de esfera. Mas estas, que são de fechamento rápido, não estão previstas nas normas de instalação de sprinklers em shoppings centers.

3. Distanciamento entre bicos

Outra informação que não pode estar equivocada nos cadernos técnicos é quanto ao distanciamento entre bicos dos chuveiros automáticos. A norma de Projeto e Instalação, a ABNT NBR 10897:2020, orienta que a distância máxima entre os sprinklers, nos riscos leve e ordinário, seja de 4,60 m.

Já em relação à parede, a norma orienta, em termos gerais, no requisito 7.7.2, que: “A distância de um chuveiro automático até uma parede não pode exceder metade da distância máxima permitida entre chuveiros automáticos. A distância do chuveiro à parede deve ser medida perpendicularmente à parede“.

4. Reaproveitamento de sprinklers

Quando um lojista troca de ponto, costuma reaproveitar de forma errada os sprinklers da loja anterior. Isso porque muitos desrosqueiam o chuveiro automático e o colocam no novo espaço. Porém, quando um desses dispositivos é removido da rede, não pode ser reaproveitado, pois seu bico pode sofrer danos, que nem sempre são visíveis. A norma da ABNT, que citamos, não permite o reaproveitamento, conforme descrito no requisito 5.2.1.1, onde diz: “Somente chuveiros automáticos não previamente utilizados devem ser instalados“.

5. Sprinklers certificados

Com o objetivo de reduzir custos, muitos lojistas acabam comprando chuveiros automáticos sem certificação. Ou seja, aqueles conhecidos, também, como tampões. Esses dispositivos podem apresentar falhas e até entupir.

Evitando esses erros, é possível ter mais segurança com o uso de sprinklers em shoppings centers, um ambiente fechado com alta circulação de pessoas. Aproveite para ler, também, o artigo Riscos de incêndio em ambientes fechados. E continue acompanhando nosso site para saber mais sobre chuveiros automáticos e outros dispositivos de combate a incêndio.

eBook: Sprinklers: O guia essencial

Compartilhe:

1 Comentário

  • Fábio dos Santos Gonçalves disse:

    Acompanho as publicações dos senhores, acho muito válido essa busca por prevenção em SCIP, no entanto tem um equívoco nessa matéria, no RJ não é somente o parâmetro vertical (altura) em shoppings q é cobrado o SPK, também pela área por pavimento ou ATC, ou seja, com área superior a 1500m2 por pavimento ou 3000m2 de ATC é exigido SPK.

Deixe um comentário

BNDES
ABSpk
Reliable
ABNT
FM
UL
Assine nossa Newsletter:
×