NOTÍCIAS & EVENTOS

21 de setembro de 2020 / Por / 0 Comentário

Onde os sprinklers devem ser instalados? Entenda os locais indicados e as exceções

Entender onde os sprinklers devem ser instalados é essencial para garantir a segurança de pessoas e de edificações. Saiba mais sobre o assunto neste artigo.

Onde os sprinklers devem ser instalados? Entenda os locais indicados e as exceções

Existem algumas medidas de proteção e combate a incêndios que são de muita importância para a segurança das edificações e, claro, das pessoas. Assim, o sistema de chuveiros automáticos se mostra como um grande aliado contra esses incidentes. E uma dúvida recorrente é onde os sprinklers devem ser instalados. 

Por isso, criamos este artigo. Além de sanar essa dúvida e entender os locais indicados para a instalação desse sistema, trouxemos as suas exceções e outras dicas muito importantes. Continue a leitura e saiba mais! 

Veja como funciona e quem fiscaliza o sistema de sprinkler 

Com o intuito de proteger pessoas e edificações, de maneira rápida e eficiente, os sprinklers são equipamentos indicados para combater a incêndios. Dessa forma, eliminam o fogo, ou controlam seu foco, até a chegada do Corpo de Bombeiros. Para entender como funciona um sprinkler, leia o nosso guia essencial e tire todas as suas dúvidas. 

O sistema de chuveiros automáticos é um dos principais equipamentos da atualidade. Por isso, o Brasil também está avançando nesse quesito e acompanhando as inovações do mundo, no que diz respeito aos sprinklers. Dessa forma, as normas responsáveis por esses equipamentos vêm sendo atualizadas constantemente. 

Hoje em dia, em solo brasileiro, onde os sprinklers devem ser instalados é definido por legislação local. Sendo que cada estado segue as instruções do Corpo de Bombeiros da sua região orientados pelos decretos de seus governos. Um exemplo é o Decreto Nº 63.911, do estado de São Paulo. Esse documento, de 2018, regulamenta a segurança contra incêndios nas edificações no território paulista. Também, é uma das referências para todo o país. 

Além disso, a NBR 10897 é a norma brasileira que guia os projetos e as instalações de sprinklers. Com o passar dos anos, ela vem passando por atualizações periódicas. Dessa forma, acaba incluindo sempre mais locais que devem ter chuveiros automáticos como medida de proteção a incêndios. 

Conheça os locais indicados para a instalação dos sprinklers  

Como mencionamos, no Brasil, cada estado possui uma legislação acerca da obrigatoriedade dos chuveiros automáticos. Assim, os locais onde os sprinklers devem ser instalados podem variar. Para este artigo, levamos como base a legislação paulista, que é referência para todo o país, assim como a NBR 10897:2014, documento técnico elaborado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). 

eBook: Sprinklers: O guia essencial

Assim, é válido explanar algo acerca das medidas de segurança contra incêndios vigentes no decreto do estado de São Paulo. Elas só não são aplicadas às construções residenciais exclusivamente unifamiliares. Excluem-se, também, as construções unifamiliares localizadas em pavimentos superiores de ocupação mista, de até dois andares, com acesso independente à rua.  

Então, no estado paulista, nas edificações térreas familiares, quando há compartimentação entre ocupações, também é necessário ter o sistema de chuveiros automáticos. Já para as comerciais, há uma classificação de riscos. Para isso, seguem-se as orientações da ABNT: 

  • Risco leve: podemos citar as igrejas, clubes, escolas, hospitais com ambulatórios, cirurgia e centros de saúde, hotéis, museus, asilos, prédios de escritórios, áreas de refeições em restaurantes, teatros e auditórios, prédios da administração pública. 
  • Risco ordinário – Grupo 1: nessa classificação, destacamos os estacionamentos, padarias, locais de fabricação de bebidas, fábricas de conservas, de produtos lácteos, de eletrônicos, de vidros e áreas de serviço de restaurantes. 
  • Risco ordinário – Grupo 2: moinhos de grãos, confeitarias, estábulos, áreas de usinagem, indústria metalúrgica, lojas, fábricas de papel e celulose, correios; gráficas, oficinas mecânicas entre outras.  
  • Risco extraordinário – Grupo 1: hangares, áreas de uso de fluidos hidráulicos e combustíveis, fundições, extrusão de metais, fabricação de compensados e aglomerados, estofamento de móveis com espumas plásticas. 
  • Risco extraordinário – Grupo 2: saturação com asfalto, aplicação de líquidos inflamáveis por spray, manufatura de casas pré-fabricadas, limpeza com solventes, pintura e envernizamento por imersão. 

A lista completa que classifica as edificações você pode ver no Anexo A, da NBR 10897:2014, mencionada acima. 

NOTA: Cabe lembrar que a Norma ABNT NBR10897:2014 não traz requisitos para projeto e instalação de sistemas de sprinklers em áreas de armazenamento em geral, estes critérios são apresentados pela Norma ABNT NBR13792:1997, que atualmente passa por revisão e possui como referência a Norma norte-americana NFPA13. 

Resumindo 

Como mencionamos, os chuveiros automáticos têm que combater as chamas, rapidamente, em caso de incêndio. E quem determina onde o sprinkler deve ser instalado é a legislação vigente em cada estado brasileiro. Por exemplo: em alguns locais, dependendo da altura do entreforro de uma edificação, é obrigatória a instalação do sistema. Porém, em outro estado, em uma construção com as mesmas especificações, o uso do chuveiro automático pode ser arbitrário.  

Outro exemplo é que em algumas regiões, as edificações baixas não necessitam desse sistema, apenas do sistema de compartimentação, embora esse já esteja sendo substituído pelos sprinklers 

Conheça as exceções de instalação 

Conforme a norma da ABNT, que regulamenta onde os sprinklers devem ser instalados, as exceções são as seguintes: 

  • Entreforros e afins: neste caso, é necessário o equipamento somente se o forro for inflamável ou se houver esse tipo de material. 
  • Shafts: não é necessária a instalação quando é inacessível ou incombustível.
  • Escadas enclausuradas: viram exceções quando são protegidas por paredes e portas corta-fogo.
  • Casa de máquinas de elevadores: porém, neste caso, é preciso confirmar na legislação e Corpo de Bombeiros local.
  • Marquises: somente para aquelas com material combustível e com mais de 1,20 m.
  • Espaço sob plataformas externas 

Ainda, é importante se atentar à instalação do sprinkler, para que o mesmo funcione corretamente. Verificar se os equipamentos estão dentro das exigências, assim como comprar produtos certificados (tome cuidado com os tampões = sprinklers fake), são indispensáveis para a segurança. Além disso, seguir as especificações das normas de instalação, assim como as recomendações da sua região, são atitudes que garantem o funcionamento eficaz do sistema. Sem falar que, também, evita sanções quando os órgãos fiscalizadores efetuarem uma vistoria. 

Considerações finais 

Neste artigo você pôde conhecer um pouco mais sobre onde os sprinklers devem ser instalados. Ressaltamos que as observações acima não esgotam o assunto e são apresentadas para introduzir o leitor ao assunto. A matéria que trata sobre sistemas de sprinklers é bastante extensa e requer o aprofundamento em literaturas especializadas, bem como a consulta às Normas em vigência, principalmente as citadas neste artigo.  

Para continuar sabendo mais sobre os chuveiros automáticos, assim como medidas de segurança contra incêndio, continue acompanhando o nosso site 

eBook: Sprinklers: O guia essencial
Compartilhe:

Deixe um comentário

BNDES
ABSpk
Reliable
ABNT
FM
UL
Assine nossa Newsletter:
×