NOTÍCIAS & EVENTOS

31 de março de 2016 / Por / One Comment

Como funciona o Sistema de Sprinklers?

Os chuveiros automáticos, quando são de qualidade e instalados de modo correto, em geral, são os primeiros a “agir” em caso de incidentes com fogo.

Como funciona o sistema de sprinklers

Chuveiros Automáticos ou sprinklers, como são mais conhecidos, servem para proteger os ambientes de incêndios e são fundamentais para a segurança de patrimônios e vidas humanas. Os chuveiros automáticos, quando são de qualidade e instalados de modo correto, em geral, são os primeiros a “agir” em caso de incidentes com fogo. Que tal saber um pouco mais de como eles funcionam?

Pequenos e discretos, eles variam de formato de acordo com a sua finalidade e posição de instalação. São acionados através da elevação da temperatura devido ao calor produzido por um incêndio. As temperaturas de acionamento mais convencionais são: 68°C, 79°C, 93°C e 141°C. A maior parte dos sprinklers fabricados e instalados no Brasil, possuem temperatura de acionamento de 68°C.

Os chuveiros automáticos são basicamente formados por: Corpo, Elemento Termo Sensível (bulbo de vidro), Obturador, Elemento de Vedação e Defletor. O corpo é a base de montagem dos demais componentes e é onde existe a rosca de conexão com a tubulação hidráulica. O bulbo é composto por uma cápsula de vidro que possui em seu interior um líquido expansível. Este dispositivo é o “cérebro” do sprinkler e é o responsável pelo acionamento do mesmo, ou seja, ele rompe quando a temperatura atinge seu valor nominal (68°C, por exemplo). O obturador possui duas funções distintas, a primeira é servir de base de sustentação do bulbo e a segunda é servir de “tampão” do orifício do sprinkler. Assim que o bulbo rompe, o obturador é liberado, abrindo o orifício e permitindo que a água seja despejada sobre o incêndio. O elemento de vedação da água, aplicado entre a mesa do corpo e o obturador, tem função de evitar vazamentos (vide curiosidade). Já o defletor é o elemento responsável pela distribuição uniforme da água que passa pelo orifício do sprinkler após o acionamento.

Enfim, para que a água seja liberada em caso de incêndio, os sprinklers são instalados em um Sistema Hidráulico de Proteção Contra Incêndio de um empreendimento qualquer, seja uma escola, um edifício comercial, uma indústria, um galpão de armazenagem e etc.

Curiosidade

Empresas internacionais, de certificação de equipamentos contra incêndio, condenam veementemente o uso de anéis de borracha (elastômero) como elemento de vedação, pois com o passar do tempo podem se dissolver e “colar” o obturador ao corpo do sprinkler, literalmente “entupindo” a saída de água, mesmo que haja rompimento do bulbo. Fabricantes de sprinklers não certificados, normalmente de origem asiática, não seguem esta orientação.

SKOP: tradição e qualidade no mercado de chuveiros automáticos

A SKOP é a marca líder em fabricação de sprinklers em toda a América Latina. Os chuveiros automáticos da SKOP têm certificação de qualidade e performance de padrão internacional e ainda possuem certificação FM APPROVED e Certificação de Conformidade de Produto em sua linha JRC. Com o Certificado ISO9001, a SKOP é a marca pioneira na comercialização de sprinklers no Brasil desde 1982.

Entre em contato com a SKOP para uma avaliação de sistema de chuveiros automáticos na sua obra ou empreendimento:
(21) 3147.7777
(21) 98132.0182

Contrate qualidade e não se arrependa.

eBook: Sprinklers: O guia essencial
Compartilhe: 0

1 Comentário

Deixe um comentário

BNDES
Reliable
ABNT
ABSpk
FM
UL
Assine nossa Newsletter: