NOTÍCIAS & EVENTOS

28 de dezembro de 2018 / Por / One Comment

Quais são as principais proteções contra incêndios?

Este artigo descreve os principais componentes dos sistemas de proteção contra incêndio, enquanto indica os requisitos técnicos correspondentes. Acompanhe conosco!

Skop-blog-DEZ-art1

Quando ouvimos falar de proteções contra incêndio, tendemos a pensar em alarmes de incêndio. No entanto, ainda que estes sejam fundamentais, eles não estão sozinhos no trabalho de proteger os ocupantes de um edifício pegando fogo.

A fumaça também é perigosa e capaz de causar a morte por envenenamento, por isso ela também deve ser controlada. Além disso, os edifícios devem incluir medidas que mitiguem o fogo e ajudem os bombeiros a trabalhar de forma mais eficaz quando o fogo não puder ser contido apenas por sprinklers.

Sprinklers automáticos

Os sprinklers automáticos respondem ao fogo sem necessidade de intervenção humana. Filmes e séries de TV espalharam algumas ideias errôneas sobre sprinklers; por exemplo, há uma crença comum de que eles funcionam simultaneamente e regam completamente os espaços internos ao menor sinal de fumaça. Isto até pode ocorrer, mas em locais protegidos por sistemas de dilúvio, que possuem sprinklers abertos.

Na realidade, os sprinklers, também conhecidos no Brasil como chuveiros automáticos, operam automaticamente quando respondem ao calor e, dependendo da característica técnica, possuem a capacidade de controlar ou extinguir o fogo.

É importante notar que os requisitos de alarme de incêndio mudam significativamente dependendo da classificação de ocupação do edifício em questão. Seguir o conjunto correto de requisitos é o primeiro passo para um projeto seguro e compatível com a lei.

Um sistema de sprinklers automáticos para um galpão de armazenagem, por exemplo, representa cerca de 3% do total investido na construção, mas consertar os danos de um incêndio não controlado sairá muito mais caro — veja os riscos de ficar sem um sistema de sprinklers. Além disso, os ocupantes podem sofrer lesões incapacitantes ou até mesmo perder a vida.

O incêndio do Museu da Língua Portuguesa, em dezembro de 2015, ou o incêndio no Museu Nacional, no Rio, poderiam ter sido mitigados ou evitados com os sprinklers automáticos.

eBook: Sprinklers: O guia essencial

Enquanto não existe legislação específica sobre os padrões técnicos mínimos dos sprinklers, é importante escolher equipamentos de qualidade certificada.

A norma ABNT NBR 16400:2018, foi desenvolvida para regulamentar os requisitos de construção e ensaios laboratoriais a serem submetidos os chuveiros automáticos para sistemas de proteção contra incêndio.

Alarmes de incêndio

Um sistema de alarme monitora o prédio em busca de focos de incêndio, produzindo sinais sonoros e visuais se algum ponto for detectado. Uma unidade de controle recebe entradas de todos os dispositivos de detecção de incêndio, automáticos ou manuais, e ativa os sistemas de notificação correspondentes.

Além disso, alarmes de incêndio podem ser usados para iniciar as medidas de resposta adequadas quando um foco de incêndio é detectado.

Sistemas de controle de fumaça

Os humanos evitam o fogo por instinto, mas os perigos associados à fumaça não são de conhecimento comum. Além de limitar a visibilidade, a fumaça pode causar envenenamento se grandes quantidades forem inaladas.

Portanto, um sistema de proteção contra incêndio também deve ser capaz de lidar com a fumaça de maneira eficaz, evitando seu acúmulo e removendo-a do prédio.

Observe que o movimento da fumaça é acionado pela pressão e pela temperatura: você não verá a fumaça fluindo de uma área de baixa pressão para uma área de pressão mais alta, e também tenderá a subir junto com o ar quente.

Os sistemas de controle de fumaça podem ser mecânicos ou passivos. Note que eles se complementam:

  • Sistemas mecânicos usam ventiladores para controlar o movimento de fumaça;
  • Sistemas passivos usam barreiras de fumaça para limitar os movimentos, que não consomem energia.

Um dos requisitos mais importantes para um sistema de controle de fumaça é manter as escadarias livres de fumaça. Essas áreas são usadas para evacuar o prédio, e o acúmulo de fumaça pode dificultar a fuga dos ocupantes.

O projeto de qualquer sistema de proteção contra incêndio é uma ciência exata que leva em consideração o uso, a ocupação, a área ocupada e os outros sistemas instalados. Contudo, os três componentes acima são os principais que não podem faltar em nenhum sistema de proteção.

Gostou do nosso artigo? Quer continuar aprendendo sobre as melhores formas de proteger seu comércio ou indústria contra incêndios? Fique de olho no nosso blog!

eBook: Sprinklers: O guia essencial

Compartilhe:

1 Comentário

Deixe um comentário

BNDES
Reliable
ABNT
ABSpk
FM
UL
Assine nossa Newsletter: