NOTÍCIAS & EVENTOS

13 de fevereiro de 2019 / Por / 2 Comentários

Primeiros socorros em caso de Incêndio

Hoje iremos ver o que fazer em cada situação e como aplicar os primeiros socorros em caso de incêndio.

Primeiros socorros em caso de Incêndio

Bem sabemos que tudo relacionado a um incêndio acontece em questão de segundos. O fogo pode se alastrar rapidamente — especialmente sem a proteção fornecida por um sistema de chuveiros automáticos — e causar não só danos materiais como, pior, danos à vida.

A fim de melhorar a segurança contra incêndio no local de trabalho, é importante que os funcionários que trabalham lá estejam cientes de todos os riscos existentes e das medidas que podem tomar para eliminar ou minimizar suas consequências: os chamados primeiros socorros.

Mas quais são os primeiros socorros em caso de incêndio? Para te ajudar a informar sua equipe, separamos abaixo os cuidados essenciais que devem ser tomados no caso de algum acidente.

O que são primeiros socorros?

Como o próprio nome sugere, os primeiros socorros são os procedimentos de emergência que devem ser aplicados a uma pessoa em perigo. O objetivo é manter os sinais vitais da vítima e evitar o agravamento do quadro até que ela receba ajuda especializada.

É uma ação individual ou coletiva que não elimina a necessidade do atendimento médico, mas ocorre como prevenção até que este esteja disponível para prestar a assistência necessária.

Os primeiros socorros devem ser realizados sempre que a vítima não tiver condições de cuidar de si própria, como um primeiro atendimento logo depois de acionado o serviço de emergência.

Quais são os primeiros socorros em incêndios?

As vítimas de incêndio precisam de cuidados imediatos visto que, quanto mais tempo passa, mais uma queimadura pode se agravar. Além disso, algumas medidas devem ser tomadas para evitar outras consequências.

Os primeiros socorros em caso de incêndios incluem verificar se a vítima respira e se há batimentos cardíacos. Em caso positivo, os procedimentos recomendados são:

  • Chamar o corpo de bombeiros e uma ambulância, ligando para o número 192 ou 193 e manter a vítima calma até que o atendimento chegue;
  • Se for possível, molhar um pano limpo e amarrar no rosto, tanto do socorrista quanto da vítima, para minimizar a aspiração de fumaça durante a evacuação do local;
  • Se houver muita fumaça, ficar agachado próximo ao chão onde o calor é menor e há mais oxigênio;
  • Se o corpo da vítima estiver em chamas, role-a no chão até que se apaguem;
  • Retirar a vítima com segurança do local de incêndio e deitá-la no chão.

Além disso, é importante dar espaço para que a vítima respire e não oferecer nenhum tipo de líquido sem indicação de um médico ou bombeiro.

E se a vítima não estiver respirando?

Caso a vítima não esteja respirando, é possível realizar respiração boca a boca como primeiros socorros. Para fazer o procedimento de forma correta, é preciso seguir os passos abaixo:

1. Deite a vítima de barriga para cima e afrouxe as roupas na região do tórax;

2. Estique o pescoço da vítima para trás, deixando o queixo para cima;

3. Abra a boca da vítima e tente ver se há algum objeto em sua garganta. Em caso positivo, retire o objeto com os dedos ou com uma pinça;

4. Tampe o nariz da vítima com seus dedos;

5. Encoste a sua boca na boca da vítima e jogue o ar que sai da sua boca para dentro da boca dela;

6. Repita este procedimento 20 vezes por minuto;

7. Esteja sempre atento ao peito da vítima para ver se há alguma movimentação.

E se não houver batimentos?

Há ainda casos em que a vítima também não apresenta batimentos cardíacos. Nesse caso, é possível fazer uma massagem cardíaca juntamente com a respiração boca a boca. Para isso:

1. Deite a vítima no chão de barriga para cima;

2. Posicione a cabeça da vítima um pouco para trás, deixando o queixo mais para cima;

3. Apoie suas mãos abertas uma sobre a outra. Você vai usar somente a palma das mãos;

4. Coloque suas mãos no centro do peito da vítima e deixe os seus próprios braços esticados;

5. Empurre as suas mãos com força e rapidamente sobre o coração contando 2 empurrões por segundo;

6. Faça a compressão cardíaca 30 vezes seguidas e a seguir jogue o ar de sua boca na boca da vítima e, se a vitima for bebê, proceda com 5 massagens e uma respiração apenas com o ar da bochechas;

7. Repita esse procedimento sem interrupção verificando se a vítima voltou a respirar e possui batimentos.

Cuidados com os gases tóxicos

A causa da morte de muitas vítimas de incêndios, ao contrário do que a maioria pensa, não são queimaduras, mas sim a inalação de gases tóxicos, como o cianureto e o monóxido de carbono — responsáveis pela morte de grande parte das vítimas na tragédia da Boate Kiss e recentemente no CT do Flamengo.

Os gases em um incêndios são tóxicos, irritantes e asfixiantes e levam à morte em minutos. Por isso, nunca entre em um local em chamas com um pano umedecido no rosto.

A entrada no local para qualquer resgate deve ser feita com equipamento especializado e por pessoal treinado — acione os Bombeiros assim que possível e aguarde sua chegada.

Para mais informações, você também pode dar uma conferida na cartilha de primeiros socorros dos bombeiros de Goiás. Clique aqui para acessar.

E você, já conhecia os primeiros socorros em caso de incêndio? Assine nossa newsletter e receba muito mais dicas como essas diretamente no seu e-mail!

eBook: Sprinklers: O guia essencial
Compartilhe: 0

2 Comentários

  • joão Castro disse:

    Nunca esqueça que entrar em local com gases de incêndios com pano umedecido é uma ação arriscada e coloca sua vida em risco. Os gases em um incêndios são tóxicos; irritantes e asfixiantes e levam a morte em minutos. No caso de gás cianureto e monóxido de carbono, muitos comuns em incêndios como no CT do flamengo e boate Kiss foram responsáveis pelas vítimas mortas. Não é prudente tentar entrar em locais com estes riscos sem preparo e equipamentos adequados. Assim, o ideal é os locais possuírem brigadas de incêndios altamente preparadas e bombeiros civis para estas ações de resgate e primeiros socorros em incêndios. As leis exigem estas equipes nos locais justamente para que pessoas sem treinamento e equipamentos morram tentando salvar outros. Não adianta improvisar temos que exigir a lei.

  • Equipe disse:

    Prezado Sr. João Castro.
    Agradecemos imensamente sua preciosa contribuição, que nos serviu de base para melhorarmos o conteúdo postado.
    Att,
    Equipe Skop

Deixe um comentário

BNDES
Reliable
ABNT
ABSpk
FM
UL
Assine nossa Newsletter: